Preocupação, ansiedade e depressão

O que é preocupação?

A preocupação é o componente principal de vários transtornos psicológicos.
Uma coisa que aprendi e me ajudou bastante em todas as áreas de minha vida e que é fundamental todo mundo saber é que:
” Corpo e Mente são um só e, é a mente quem comanda o corpo portanto se quer ter um corpo saudável e uma vida melhor, cuide de sua mente”
Quando reprimimos nossas emoções, elas serão filtradas e vamos irradiá-las e contagiar pessoas próximas de nós, em formas de: saúde, bem estar, beleza, alto astral e simpatia além do aumento de nossa imunidade se forem emoções boas, mas se forem emoções ruins, vamos produzir substâncias tóxicas para nossas células, nos envenenar, desenvolver algum tipo de doença e contaminar o ambiente onde estamos com um clima péssimo, pessoas irritadas e emoções negativas.

A preocupação é, num certo sentido, um anseio do que pode dar errado e como lidar com isso. Há na preocupação, pelo menos para o cérebro límbico primitivo, alguma coisa de mágico. Como um amuleto que afasta um mal previsto, a preocupação ganha psicologicamente o crédito de prevenir o perigo com o que se está obcecado. ( Fonte Wikipédia)

Como a própria palavra sugere a preocupação consiste em ocupar nossa mente com um provável acontecimento que ainda está por vir, ou somente tem uma pequena chance de acontecer, mas queremos antecipar e adivinhar quais serão os efeitos. Porém na maioria das vezes o acontecimento é desagradável e começamos à sofrer com antecedência tentando pensar numa forma de não ter que passar por aquilo, e quanto mais pensamos mais confusos ficamos e nosso cérebro sobrecarregado fica como se tivesse travado. Nosso pensamento fica dando voltas e acaba sempre no mesmo lugar sem buscar uma saída. Tanto que as vezes quando passamos esse problema para outra pessoa que está com o pensamento tranquilo muitas vezes ela nos ajuda com uma solução bastante óbvia mas que nós não conseguíamos ver por estar tudo confuso em nossa cabeça.

mulher-com-olhos-fechados-ansiosa

O que nos causa preocupação?

“Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, porque tem solução.
Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça,porque não tem solução”             (Proverbio Chinês)

Podemos nos ajudar muito agindo por eliminação de problemas, tudo que nos causa desconforto.
-Quando estamos nos afligindo pelo que aconteceu ou fizemos ontem. Não podemos fazer mais nada a não ser tomar como lição e aprender com esse erro para que em outras situações parecidas saibamos uma maneira melhor de resolver. Pense simplesmente: ” Não posso mudar o que já foi feito então preciso tentar esquecer isso e seguir em frente, vou me concentrar em melhorar daqui pra frente”

-Este problema não tem solução, ou não depende de mim intervir para resolve-lo. Pense:             ” Não posso fazer nada para mudar isso, então não tenho porque me preocupar. Só posso esperar e torcer para que tudo sai da melhor maneira possível”

-Esse problema tem solução, e eu posso resolver isso. Pense:                                                                        ” Bom, já que tem solução e está ao meu alcance, vou resolver isso o mais rápido possível para parar de me preocupar”

Quando precisamos tomar uma decisão difícil ficamos muito preocupados por dias, e mesmo depois de decidido as vezes temos que comunicar para alguém que sabemos vai ficar aborrecido com nossa decisão, e então ficamos adiando falar para essa pessoa numa esperança de um meio de não deixá-la chateada. Ai de vez em quando bate um martelinho em nossa cabeça e nos lembra que temos que dar a notícia para aquela pessoa e ficamos incomodados por que temos que fazer isso e não queremos. A melhor coisa à fazer é pensar: ” Se eu realmente tenho que falar e contrariar suas ideias, vou falar agora e aconteça o que acontecer vou me sentir aliviado por ter tirado essa preocupação de minha cabeça.”
Pessoas que tentam agradar aos outros são os que mais sofrem com preocupações pois falam “sim” quando queriam dizer “não” somente para não deixar o outro chateado e depois ficar se lamentando por não ter tido coragem de responder o que realmente queria.

É preciso prevalecer a nossa vontade e não a do amigo, vizinho, namorado, etc. Nós precisamos aprender à dizer “não” quando realmente não queremos fazer o que a outra pede ou quando não concordamos com a opinião dela, mesmo que a outra pessoa fique chateada no momento mas logo ela vai se conformar e nos valorizar mais porque temos vontade própria e não nos deixamos dominar fácil.
Quanto mais vamos guardando pequenas decisões para resolver depois mais vamos ficando estressados e enchendo nossa mente que vez em quando vai nos cobrar; ” você tem que resolver isso e isso e isso “.
Ora não é muito mais fácil pensar: “Se eu tenho que tomar essa injeção dolorida então vou tomar logo e me livrar dessa preocupação”, fazendo assim você vai estar tirando um peso das costas e me sentir melhor.

Nossa vida é composta de muitos problemas que vão aparecendo e sumindo à cada dia.
Os motivos são inúmeros que vão desde saúde, família, trabalho, dinheiro, política, futebol, religião, etc.
Tem pessoas que se preocupam até mesmo sem nenhum motivo sério aparente.
As vezes uma vida monótona sem motivos de prazer deixa a pessoa ansiosa e estressada faz com que ela busque se satisfazer com comida, cigarros, ou saciar se com algum prazer como recompensa.
Também tem pessoas que parecem que nunca se preocupam, acordam e não ficam pensando no que aconteceu ontem e não pensam no que pode acontecer amanhã,                               simplesmente vivem o hoje.

Vivem quase igual aos homens das cavernas que só tinham duas coisas para pensar, comer e se defender dos animais. Eles sabiam que precisavam conseguir comida e saiam para caçar, e quando encontravam alguma coisa só tinham poucas decisões à tomar: “Ir ou Ficar, Lutar ou Fugir”. Era o básico para sobreviverem naquela era.

Hoje em dia quase ninguém precisa atravessar rios perigosos com fortes correntezas, entrar em florestas sombrias e cheias de animais famintos caçando uns aos outros para conseguir comida como nossos antepassados, mas vivemos muito tensos.
Nos dias de hoje são tantos problemas que podem surgir em nosso dia a dia que vamos acumulando tudo em nossa cabeça e de repente nos vemos imaginando muitas coisas ruins acontecendo em nossas vidas e como podemos sair dessas situações sem nos dar conta que estamos gastando energias valiosas com fatos que não podem ser adivinhados se vão acontecer mesmo ou não.
A preocupação está relacionada com nossa sobrevivência e criamos um medo desnecessário de não conseguirmos manter nossas vidas do jeito que queremos no futuro.

 

garota-sentada-num-banco-na-natureza-triste

Medo de ladrões, bandidos, perder o emprego, ficar sem dinheiro, ficar doente, alguém da família ficar doente, sofrer acidentes, não conseguir pagar nossas contas, perder o parceiro/a, achamos mil motivos pra nos preocupar e ficar ansiosos sendo que não podemos fazer quase nada para mudar esses acontecimentos.

A Palavra de Deus diz: “Sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são os eleitos, segundo os seus desígnios.” (Romanos 8,28).
“Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças”. (Filipenses 4,6)
Se analisarmos a Bíblia podemos chegar a conclusão que preocupar se demais é “Pecado”
A maioria das pessoas querem que tudo aconteça da maneira que é melhor para ela naquele momento e muitas vezes não é o que ocorre.

Ficamos tristes ou irritados quando planejamos uma coisa e não dá certo, ou quando estamos com pressa e acontecem várias coisas pra nos atrasar, mas em tudo é preciso confiar que está acontecendo desta forma para nos beneficiar mais adiante.
São muitos fatos relatados de pessoas que tiveram algum tipo de atraso ou impedimento de chegar aonde precisavam e ficaram muito iradas com isso, mais graças a esse atraso ou impedimento conseguiram escapar de uma grande tragédia e ficarem vivas.
Então penso que quando alguma coisa me acontece de maneira que eu não queria é para meu bem e de outras pessoas embora seja difícil aceitar no começo é muito recompensador depois que a gente consegue dominar nossos pensamentos.
Então quando nos preocupamos demais estamos duvidando da palavra de Deus e deixando de confiar Nele.
A Palavra de Deus diz: “… não vos preocupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, pelo que vestireis.”. .. Ora, vosso Pai celeste sabe que necessitais de tudo isso” (Mateus 6,25a, 32b).

mulher-gritando-com-mãos-na-cabeça-nervosa

Precisamos planejar nosso futuro mas é necessário seguir algumas regras para não ficar se martirizando e concentrar todas nossas energias no futuro e não viver o presente. Fazer um planejamento construtivo de maneira à distribuir uma tarefa de cada vez durante nossos dias. Confiar que se fizermos essas tarefas estaremos melhorando as condições de nossas vidas no futuro de maneira que não precisaremos nos preocupar com o amanhã.
Muitos são muito perfeccionistas e se preocupam com alguma coisa que precisam fazer e não querem que nada de errado.

Em ECLESIASTES 7:16 diz:
” Não seja justo demais “
As vezes nos irritamos somente porque as coisas não saíram exatamente como queríamos, somos muito exigentes.

“A preocupação não elimina a dor de amanhã, mas elimina a força de hoje.”                                                 ( Corrie ten Boom )

Ansiedade, ânsia ou nervosismo é uma característica biológica do ser humano e animais, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração, e outras alterações associadas à disfunção do sistema nervoso autônomo.   ( Fonte Wikipedia )

 

Oração da serenidade

“Senhor, conceda-me a serenidade
para aceitar aquilo que não posso mudar,
a coragem para mudar o que me for possível
e a sabedoria para saber discernir entre as duas.
Vivendo um dia de cada vez,
apreciando um momento de cada vez,
recebendo as dificuldades como um caminho para paz,
aceitando este mundo cheio de pecados como ele é,
assim como fez Jesus, e não como gostaria que ele fosse;
Confiando que o Senhor fará tudo dar certo
se eu me entregar à Sua vontade;
Pois assim poderei ser razoavelmente feliz
nesta vida e supremamente feliz na outra.”
Amém!                                                                                                                                                                                                     ( Reinhold Niebuhr )

Se você escrever em um papel tudo que está te preocupando hoje, e daqui 6 meses voltar à ler esse papel, vai se certificar que praticamente 99% não aconteceu.
Isso é estatística comprovada, nos preocupamos a maior parte do tempo por coisas que vão se resolver sozinhas de maneira natural, com pouca ou nenhuma interferência nossa, ou seja desnecessariamente.

 

Ansiedade

Muito normal ansiedade antes de uma prova ou entrevista, quando vamos fazer uma cirurgia ou tratamento complicado, quando temos problemas no trabalho, mas precisamos fazer de tudo para manter essa ansiedade sobre controle.
Um pouco de pressão psicológica nos deixa mais atentos, estimula nossa capacidade de aprender e até melhora nossa memória, mas em excesso é prejudicial e têm efeito contrário, pois depende do momento em que hormônios como adrenalina e o cortisol são liberados em nosso corpo.
Somos programados para manter nossa integridade física, então diante de alguma ameaça ou ataque nosso cérebro produz reações rápidas para sermos eficazes em nos defender dos perigos. Essa ansiedade é um estímulo, uma resposta emocional necessária para cuidarmos de nosso corpo.

Um diálogo tenso com o chefe ou uma terrível dor nas costas bastam para nos deixar irritados e parece que tudo está ruim neste dia. Aí vem congestionamento no trânsito, prazo para terminar uma tarefa que já está atrasada, contas vencidas, a esposa ou marido que sempre está nos lembrando que prometemos passar mais tempo com família. Em algum momento nossa mente parece não aguentar esse peso enorme.
É muito bom conseguir parar antes de explodir e falar ou fazer alguma besteira, respirar fundo e contar até dez. Mas é muito melhor treinar manter o controle e não se expor a situações que nos deixam transtornados.

Tensão e medo exagerado causa preocupação e se não for controlado deixa a pessoa agitada, ansiosa e pode chegar ao estresse onde as reações são as mais variadas que vão desde ficar sufocada, com dores de estômago, transpiração excessiva, tremores, enxaqueca, hiperatividade, perda de controle do raciocínio, taquicardia, insônia, inquietude, obsessão e também dificuldades em se comunicar.
Em casos mais crônicos pode causar arritmia cardíaca, hipoglicemia e até fobias como transtorno de pânico em que a pessoa tem muito medo da morte e pensa que algo de muito mau vai acontecer com ela.

“Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver”                     ( Dalai Lama)

homem-com-mãos-na-cabeça-preocupado

 

-Depressão

Auto estima muito baixa é um dos principais sintomas da depressão.

Casos muito comuns são de esposas em que seus parceiros mudam de comportamento com um certo tempo e começam a vê-la como uma empregada e não dão a devida atenção, respeito e carinho que elas precisam.
Essas mulheres ficam muito propensas a ficarem deprimidas e se não buscarem ajuda será difícil sair dessa crise emocional.

É preciso tentar conciliar esse relacionamento com seu parceiro.

Quando somos desprezados ou perdemos quem gostamos temos a tendência de achar que nossa vida não vale quase nada, nos sentimos muito pequenos pois quem gostamos não nos dá valor ou vemos que pessoas que pareciam ter tanto tempo para desfrutar da vida, simplesmente se vão com muita facilidade que nos fazem pensar que amanhã poderá ser nós, e toda nossa luta diária para construir um nome, uma reputação, realizar um sonho, ter uma vida razoável não vale a pena. Quando passamos por situações que nos deixam muito tristes e não comentamos com ninguém ou seja reprimimos essa emoção estamos colaborando para ficarmos deprimidos. Também não é nada bom descarregar nossa raiva em todos que encontramos e muito menos nossos amigos e familiares, o melhor a fazer é chegar em casa gritar abafando com um travesseiro e dar uns socos nele.
O bom é liberar essas emoções e não deixá-las presas.

Depressão é um estado depressivo de humor, caracterizado por aversão à atividade, que pode afetar os pensamentos, comportamentos, sentimentos e o bem-estar de uma pessoa.                  As pessoas deprimidas podem sentir-se tristes, ansiosas, vazias, desesperadas, preocupadas, impotentes, inúteis, culpadas, irritadas, magoadas ou inquietas. Podem perder o interesse em atividades que antes eram prazerosas, podem perder o apetite ou comer demais, apresentar problemas de concentração, dificuldade para lembrar detalhes ou tomar decisões e podem contemplar ou tentar o suicídio. Problemas de insônia, sono excessivo, fadiga, perda de energia, mudança na alimentação, sofrimento, dores ou problemas digestivos resistentes a tratamento também podem estar presentes.

O humor deprimido não é necessariamente um transtorno psiquiátrico. Pode ser uma reação passageira a determinados acontecimentos ou consequência de uma dada condição médica ou, ainda, efeito colateral de medicamentos ou tratamentos médicos. O humor deprimido é também a característica principal ou associada a certas síndromes psiquiátricas tais como depressão clínica.                                                                           (Fonte  Wikipédia) 

Outros sintomas da Depressão são:
Fadiga, indisposição para fazer as tarefas diárias, cansaço, irritabilidade, desânimo, desinteresse, falta de motivação, insegurança, vontade de morrer, insônia ou muito sono.
As vezes sentimos Depressão sem motivos para isso, baixo astral, nos sentimos inúteis, temos vontade de chorar, vivemos nos culpando pelo que deu errado é como se alguém tivesse sugado nossas energias, nosso ânimo.
Também quando nos prendemos à um acontecimento do passado que nos deixa muito tristes, melancólicos,ou qualquer sofrimento um pouco prolongado.
Tenho notado em depoimentos de psicanalistas que um grande vilão da depressão de muitas pessoas é o sentimento de culpa.
Vivem se culpando por alguma coisa ou guardam uma grande mágoa de muito tempo passado.

“Vamos inventar o amanhã no lugar de se preocupar com o que aconteceu ontem”                       ( STEVE JOBS )

Muito comum após uma situação de luto, onde as vezes demora pra gente se conformar com a perda de um ente querido, principalmente se não for uma morte natural. Geralmente nesses casos a Depressão se vai depois de 4 a 8 semanas.
Relembrar mágoas e ficar se remoendo pensando que deveria ter agido de maneira diferente naquela situação, se arrependido de ter feito algo ou de não ter feito o que deveria.

O que fazer para evitar a Depressão?

As vezes quando temos Depressão nos sentimos melhor se ficarmos isolados onde ninguém venha tentar nos consolar, porém é importante tentar ficar perto das pessoas que possam nos ajudar bem como tentar fazer as coisas que mais gostávamos mesmo que não tenhamos a menor vontade de fazer isso.
Também é muito importante ocupar a cabeça com passatempos que exijam nossa concentração como escrever, desenhar, fotografar ou pintar.
Ouvir músicas geralmente não é uma boa ideia, pode trazer no pensamento o que precisamos esquecer com mais intensidade.
Fazer tarefas diárias também não funciona porque vamos fazer de maneira mecânica, automática e a mente vai estar desocupada para ficar lembrando o que está nos fazendo mal.

garoto-triste-com-as-mãos-no-rosto

 

“Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente”                              (William Shakespeare)

Nas situações em que nos sentimos culpados por algum acontecimento no passado ou temos uma grande mágoa, ressentimento e é preciso que aprendamos à fazer o que Jesus sempre pediu durante seu tempo aqui na terra, “Perdoar”

Perdoar à nós mesmos primeiramente pois ninguém é perfeito, estamos em constante aprendizado e quando fizemos ou deixamos de fazer alguma coisa no passado que causou mal à alguém não tínhamos a capacidade que temos hoje de pensar nos riscos e consequências.
Perdoar as pessoas que nos magoaram, pois muitas vezes elas nem tinham essa intenção, e as que tinham, (isso também se aplica para evitar mágoas no presente) costumo usar a seguinte técnica:
Penso que se alguém fala ou faz alguma coisa que sabe que vai me ferir, se for pessoa fora de meu círculo de amizades é porque são pessoas egocêntricas que sempre precisam ser melhor em tudo para se sentir bem e meu brilho à está incomodando e ela está tentando me puxar pra baixo, apagar um pouco a minha luz, porque é assim que ela vai se sentir melhor.
Pessoas assim devem ser totalmente ignoradas, embora resistir à provocações é muito difícil mas é justamente isso que essas pessoas egocêntricas, egoístas querem que é nos irritar pra estragar nossos dias e nos deixar pra baixo.

” O veneno só faz efeito se você beber”

E se for amigo/amiga, esposo/esposa, namorado/namorada enfim é porque não nos merece, pois quem gosta valoriza seu parceiro e sempre coloca acima e em primeiro lugar em relação aos outros, aí precisamos conformar que não perdemos e sim nos livramos e o futuro nos reserva coisas melhores.
As vezes ficamos com grandes mágoas dos tempos de nossa infância que fomos maltratados por nossos pais ou parentes, porém é muito importante pensar que eles foram criados dessa maneira e não tinham todo esse conhecimento que temos hoje. Por mais que eles gostassem de nós não tinham a capacidade de pensar no mal que estavam nos fazendo.

E também existem muitos casos de pais que demonstrassem claramente não ter nenhum amor por seus filhos e infelizmente até nos dias de hoje isso acontece, consideram os filhos um estorvo em suas vidas, e realmente para esses filhos é muito difícil aceitar a grande ignorância de seus pais e brota um ressentimento muito grande. Ser rejeitado na infância acaba com toda auto estima da criança e à torna uma pessoa amarga e inferiorizada que vai sempre se colocar como vítima da sociedade, mas as que saem dessa situação costumam se dar bem na vida devido a sua “Resiliência” porque passam por muito sofrimento e dão a volta por cima.

“O que não provoca minha morte faz com eu fique mais forte” ( Friedrich Nietzsche)

Como perdoar a quem nos fez tanto mal e por tanto tempo?
Sabendo que precisamos tirar esses ressentimentos ruins de nossos corações podemos pensar que:
Todo sentimento ruim guardado em nosso coração faz muito mal para nossa saúde, nos sentimos péssimos e vamos desenvolvendo doenças silenciosas
“Guardar mágoas ou ressentimentos é como beber veneno e esperar que o outro morra”
Ficar com raiva de pessoas, desejar que alguma coisa ruim aconteça com ela, ter ódio porque percebemos claramente o quanto essas pessoas quiseram nos fazer mal é simplesmente reter os rancores dentro de nós.
É imprescindível nos livrar dos rancores e não guardá-los dentro de nós para nos envenenar enquanto aqueles que nos fizeram mal continuarão sua vidas indiferentes ou até satisfeitos por nos verem arrasados.

Quando conseguimos perdoá-los ou simplesmente ignorar suas intenções de nos magoar é como se o veneno voltasse para elas.
Essas pessoas inconformadas com nosso brilho irão perceber que não estamos em seu nível e sim muito acima onde elas não poderão nos atingir e isso à farão ficar se remoendo de raiva por dentro.
Nosso sorriso será como um punhal em seus corações e como diz o ditado: tudo que é ruim morre por si mesmo, não é preciso fazermos nada para maltratar essas pessoas mesquinhas por que elas caem sozinhas e na verdade podemos ter piedade em vez de rancor, pois pensando assim fica mais fácil ignorar as maldades que elas nos fizeram.

Todos esses transtornos acontecem por despreparo em lidar com nossas emoções.
Embora a maioria das pessoas não buscam maneiras de sair desses transtornos sozinhas e sim preferem procurar serviços especializados.

” Os que lutam contra Depressão crônica ou profunda talvez precisem consultar um especialista” ( Mateus 9:12 )

Resumindo; Preocupação, Ansiedade, Depressão, Nervosismo, Angústia, Melancolia,Tristeza Profunda, Irritação Constante, etc são transtornos psicológicos causados por fatores emocionais ou por determinados hormônios, nos causam grandes prejuízos em todas as áreas de nossas vidas e também no correto funcionamento de nosso corpo portanto é preciso buscar ajuda e se curar urgente. Se você conseguir descobrir as causas desses transtornos é porque é emocional e talvez consiga melhorar com algumas mudanças de hábitos e comportamentos, mas quando for relacionado com hormônios será preciso passar por médicos especializados em fazer tratamento com terapias ou remédios próprios para esse fim.